Bem Estar, Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Para Quem Não Sabe Perder

Ouça este artigo |  
Listen to this article

Iniciar um diálogo sobre este tema, se faz muito importante principalmente quando buscamos compreender o porque que não sabemos perder.

Nossa cultura é carente de desenvolvimento, na necessidade de crescer. E esta necessidade são percebidas em diversas esferas, pessoal, profissional, desde coisas bem básicas, a níveis mais altos quando comparamos com a média nacional.

Para isso, podemos observar que o IDH nacional que é o índice de desenvolvimento humano que avalia a educação, saúde e o padrão de vida, ainda está muito a quem quando confrontamos com os países mais desenvolvidos veja que o Brasil nem aparece na primeira listagem.

Mas além disso, a proposta deste artigo é também de alertar, a todos que procuram sempre ganhar a qualquer custo! E acabam por ignorar os valores éticos, deixando também para trás a importância da formação de opinião com base no que realmente acredita.

Porque é essencial que o seu argumento e propósito tenha valor. E a sua postura, deve agregar a responsabilidade de quem busca ser um formador de opinião. E independente de ser contrária as demais opiniões, o que importa mesmo é a sua integridade.

1 – Armadilha dos Meios de Comunicação em Massa

O principal veículo de comunicação é a TV, e com um aumento da audiência intensificado, principalmente durante a pandemia do covid-19. Então o Brasileiro elege este veículo também como o mais confiável.

E neste caso, o que trás as pessoas um cronograma programado a ser seguido pela grande massa, o que leva cegamente as pessoas a influências também em massa, o que também é representado quando dizemos “você está seguindo a manada”.

Para ir direto ao ponto, com este poder de influência, não é de se estranhar, como é veloz e cruel a formação artificial de opiniões em temas complexos que definirá o futuro de toda a população.

E esta manipulação é massa é destinada de forma tão sutil que quando se der por conta já foi. Perdemos a oportunidade de mudar algo e por as coisas nos eixos. Além disso, a manipulação seguirá sempre fortes, na direção dos poderosos, que fazem o que querem, mandam e desmandam.

2 – Ganhar ou Perder? Como podemos exemplificar isso para um entendimento simples?

Este é um ponto crítico, porque passamos toda nossa vida, sendo direcionados por estes meios que fazem parte da nossa rotina, veja só por exemplo: A grande maioria dos Brasileiros, são conhecidos pela sua paixão pelo futebol e também o carnaval ou festas em geral, somos um povo animado para as festas, não é verdade?

E aqui, e no mundo a fora, anos após anos temos todos os campeonatos, e disputas competitivas. Além disso é muito comum cada um escolher um time favorito, e nos finais de semana, muito tradicional nos domingos termos aquela disputa clássica que queremos sempre sair com a vitória.

Só que também, continuará durante toda a semana no ambiente de trabalho, onde geramos aquelas conhecidas brincadeiras sobre quem ganhou ou quem perdeu, etc. O que reforça ainda mais a necessidade de “ser o vitorioso”.

3 – O que tem haver, futebol e carnaval com isso?

Excelente, é muito bom e ponto. Mas o propósito aqui é “elevar” um pouco mais e alertar ao seguinte questionamento: Para aqueles que querem ser formadores de opinião.

Será que esta rotina que nos leva ao tradicional sentimento de sempre estar envolvido ao time de futebol, escola de samba ou algum atrativo onde devemos terminar vitoriosos para que na segunda feira, possamos começar o dia a dia bem humorado no trabalho tendo algo para interagir e criar polêmicas, brincadeiras e todas as piadas corriqueiras.

Até aqui, não geramos suspeitas, sobre isso ok? Mas vamos continuar um pouco mais o raciocínio, afim de sintonizar com a mensagem de reflexão, até descobrirmos se existe, e onde pode estar a armadilha por trás deste ecossistema?

4 – Alguns pontos de atenção para reflexão

O Primeiro, é que ficamos no automático, sempre querendo terminar o domingo com aquela sensação de que ganhamos.

A síndrome da segunda-feira

O Seu time foi vitorioso, a sua escola foi a campeã, o seu político foi eleito… é algo muito repetitivo, o que provoca sim uma sutil desconfiança do porque das coisas. E este ultimo ai, por exemplo, o seu político foi o vitorioso, é o mais suspeito e sutil e que usaremos a seguir como exemplo. Mais já deixo um alerta que é “apenas um” de muitos exemplos que existem em que somos manipulados, mas daremos foco apenas neste.

Em Segundo, parece muito previsível porque as pesquisas exibidas na televisão a todo momento durante o processo eleitoral, indicam quem está na frente, e no domingo uma mágica já prevista ocorre, aquele que estava a frente ganha.. isso mesmo. A final a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, alguém se lembra desses dizeres?

Terceiro, vamos direto ao ponto questionando: Será que não está muito óbvio isto? Pelo fato de buscar “não perder” nós não vamos deixar de votar naquele que já está com a evidência pública comprovada em pesquisas?

Não digo que isso aconteça com todos, mas principalmente com os mais desinformados ou ignorantes diante do tema, porque somos realmente vítima da desinformação isto é um fato. Que atinge não apenas a classe mais pobre, atingem a todos sem exceção.

E a fakenews e tantas outras confusões que dificultam a formação de opinião do nosso povo. E isto traz um problema sistêmico que prejudica a grande maioria, através da manipulação em massa.

A manada mais uma vez, atenderá aos objetivos dos já previstos pelos poderosos que são os dominantes dos recursos, principalmente financeiros, para chegar aos resultados esperados desta bagunça coordenada.

5 – Se não tem opinião formada sobre algo, corra atrás…

E o Quarto ponto, é exatamente isso que acontece, é fácil perceber que muitos iniciam o final de semana que se antecede o dia de votar. Mas em geral as pessoas nem conhecem os candidatos ou se deu o trabalho de pesquisar e formar uma opinião pessoal, que possa estar alinhada com o que crê de verdade sem influências externas.

O que realmente pode ser melhor para você e sua família no futuro, caso aquela proposta daquele candidato venha a acontecer? Isso faz sentido para você? E se está sempre preocupado em confrontar isso versus o que o seu candidato trás como projetos e ideias a serem trabalhadas caso venha a ganhar. Posso afirmar que se você faz desta forma com este nível de preocupação, você faz parte de uma exceção.

Mas infelizmente é isso que temos e no Quinto ponto, o que mais podemos observar é uma ansiedade generalizada. Isto porque, ninguém quer começar a segunda-feira como perdedor ou perdedora. Mesmo que para isso tenha que contradizer ou nem se dar o trabalho de formar uma opinião pessoal prezando a sua responsabilidade sobre o que está acontecendo.

A importância que deve ser cuidadosamente tratada para formar a sua opinião sobre qualquer coisa que venha a necessitar, mas aqui no exemplo falamos exclusivamente daquele voto de escolha que independente do resultado final, se ganhou ou perdeu o que vale é o que você realmente acredita e escolheu por sua formação de opinião.

Porque decisões de tal importância não devem ser ignoradas ou substituídas nas urnas pela necessidade do sentimento de vitória, para que a sua segunda feira não seja de bajulas dos colegas devido a sua escolha não ser a da manada. E o que está previamente implantado na cabeça do cidadão, o que leva a total divergência e irresponsabilidade com o que acredita e descide.

6 – A Maldade Implícita No Sistema

Vou explicar um pouco melhor, porque que é realmente difícil identificar esta maldade implícita a este sistema que vivemos, onde somos induzidos, persuadidos, influenciados, ou seja lá a força que acaba nos movendo cada vez mais a lama que nos castiga e continuará fazendo uso e nos sufocando cada vez mais.

E serve sim como alerta a todos! A final, devemos ter opiniões formadas e estar um passo a frente, ou seja, saber que a sua escola não está associada a certeza de vitória, a escolha da maioria simples e já definida pelos meios de comunicação em massa. Mas sim está relacionada e enraizada ao que você acredita. E isso tem que prevalecer, independente do resultado final já previsto na TV ou qualquer outro meio de comunicação.

Lembre-se é o que você acredita realmente do seu coração que será o melhor para todos. Porque o agrupamento de várias decisões com consciência e verdadeiras que trará o resultado coletivo assertivo.

E com isso sabe como será a sua segunda feira? Na verdade, ela será de alívio, caso você tenha escolhido de coração e em verdade ao que você acredita, isso sim é vitorioso. Porque o resultado será a consequência do que todos os formadores de opiniões decidiram buscando uma razão lógica da realidade, com o que precisaria mudar para melhorar. E e por conta própria na sua individualidade. Trazendo assim uma escolha equilibrada em benefício de todos.

Isto porque o assertivo na verdade não existe de fato, ele será construído com o tempo, porque depende também de diversas variáveis envolvidas que precisam ser trabalhadas e monitoradas durante todo o processo até concluir e evoluir, porque a construção é contínua, e deverá passará de gestão em gestão com a mesma responsabilidade de reavaliação e melhorias.

Por isso repito que perder e ganhar tem a mesma importância, além disso no ponto de vista de aprendizado, o sábio aprende na derrota e afirma a direção durante suas vitórias, porque a caminhada não para, não é perder hoje que comprometerá todo o futuro, mas sim a sua atitude intencionada a aprender e evoluir que te motivará a continuar.

Em fim, nunca desista de aprender quando perder e quando ganhar, ambos trazem a você uma oportunidade impar, prossiga!

Leia Também: 1- Observar, É A Melhor Ferramenta Do Aprendizado

#vivaseumaximo


podutividade-no-dia-a-dia

Baixe Nosso E-book Com Dicas De Produtividade No Dia-A-Dia!


Confirme o recebimento do e-book e ótima leitura!


 

Wildcard SSL Certificates