Bem Estar, Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Entendendo As Sensações Para Ansiedade

Ouça este artigo |  
Listen to this article

Apesar da Ansiedade trazer preocupações, o fenômeno da globalização vem favorecer a construção de um mundo demograficamente misturado, de modo que pode causar várias consequências na maneira de viver do indivíduo, como é o caso da possibilidade de viajar para vários lugares sem, contudo, sair do sofá de casa.

O comércio e as atividades laborais passaram a ser desempenhados a partir de casa, as informações passaram a chegar com uma velocidade incalculável, de forma que as pessoas começaram a receber um grande volume de informações que acabou por alterar a maneira como a vida funciona.

Mas foi criada uma certa dependência no acompanhamento do fluxo de informações, gerando, portanto, certo temor nas pessoas sobre a necessidade de acompanhar as informações em tempo real e ainda conseguir seguir o padrão apresentado pela sociedade e, quando isso não acontece, a sensação de medo por talvez não estar inserido no contexto, se torna real.

Muito embora ter acesso à informação seja algo bastante importante para que uma pessoa consiga estar inserido na sociedade, o que se percebe é que o excesso dessas informações tem causado certo descontrole emocional, visto que a pessoa não consegue dar conta do fluxo de informações, pois não consegue identificar qual a informação que seria útil, importante ou necessária.

Ademais, a quantidade de informações que destacam elementos negativos, principalmente na pandemia, geram de certa forma, um dos transtornos mais recorrentes no indivíduo: ansiedade.

O Mundo Sofre Por Consequência Da Ansiedade

O referido transtorno, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, é uma reação do organismo para sentimentos de cunho emocional e pode ter duas formas distintas de manifestação, uma que representa um estado de excitação extrema e outra que apresenta grande exaustão.

Apesar de ser um sentimento considerado vago, a ansiedade gera bastante desgaste emocional, pois o medo, apreensão, tensão, desconforto passam a ser constantes.

A grande questão, neste momento, é conseguir identificar que tipo de sentimento está chegando em nosso organismo, ou seja, ter controle das sensações para que as medidas sejam tomadas, em caso de necessidade.

De acordo com a OMS, qualquer pessoa que esteja acometida de um processo de ansiedade, poderá ser incapaz de desenvolver atividades básicas do dia a dia. Como é o caso de trabalhar, praticar exercícios, fazer uma leitura produtiva e, até mesmo, estabelecer relações interpessoais, de forma que irá prejudicar no desenvolvimento integral de suas atividades.

E dessa maneira, torna-se essencial que se identifique quais são os sintomas que acometem uma pessoa com ansiedade, para que se entenda, realmente, o comportamento do organismo e se inicie os cuidados necessários para evitar crises recorrentes.

Porque em se tratando de sintomas, a ansiedade pode gerar efeitos tanto na parte emocional como também, na parte física do indivíduo.

Abaixo, será possível identificar alguns dos sintomas relacionados ao transtorno da ansiedade e, se por acaso, você se identificar com algum.

E seria interessante refletir sobre as consequências em sua vida, para que as medidas necessárias sejam tomadas, pois a nossa saúde mental é importante demais para os desafios que são lançados em nosso cotidiano e, portanto, perder o controle não é uma opção agradável.

Conheça Os Principais Sintomas Da Ansiedade

No que se refere aos sintomas físicos, destaca-se:

1 ) Falta de ar ou respiração ofegante,
2 ) Sudorese (Suor excessivo),
3 ) Taquicardia (aceleração dos batimentos cardíacos),
4 ) Dor ou aperto no peito,
5 ) Dor ou aperto na barriga e diarreia,
6 ) Fadiga excessiva ou sensação de fraqueza em todo o corpo,
7 ) Náusea,
8 ) Boca seca,
9 ) Tensão nos músculos,
10 ) Membros do corpo apresentado tremores,
11 ) Membros inferiores e superiores frios ou suados.

No que se refere aos sintomas psicológicos da ansiedade, destaca-se:

1 ) Nervosismo constante,
2 ) Dificuldades de concentração,
3 ) Irritabilidade,
4 ) Agitação nos braços e nas pernas,
5 ) Descontrole emocional,
6 ) Preocupação extrema com questões futuras,
7 ) Dificuldades para dormir,
8 ) Não conseguir tirar o foco do problema,
9 ) Medo constante.

Tendo identificado que o sintoma apresentado pelo seu organismo está relacionado com o transtorno da ansiedade, destaca-se a necessidade de refletir sobre as causas deste sentimento tão desagradável.

E por isso, esse momento é considerado segundo Castillo et al (2000) como de primordial importância para que se consiga definir os próximos passos que, a depender da busca profissional, as medidas de tratamento podem ser diversificadas.

Existe Tratamento Para Ansiedade?

Sim! Existe tratamento para a ansiedade, mas deve ser considerado como um processo lento e difícil, pois o principal ponto é que a pessoa esteja consciente de suas emoções e, consequentemente, de suas limitações.

Apesar de que “ter consciência sobre seus sentimentos” ser algo óbvio, não existe muitas pessoas que reconheçam esta necessidade e, portanto, as emoções se misturam e a vida se torna uma bola de neve, gerando grandes problemas, durante a vida, na sua vida pessoal e social.

Portanto, sabendo dos desafios que aguardam a pessoa acometida pela ansiedade, destaca-se a necessidade de equilibrar o organismo se utilizando de medidas importantes, quais sejam:

Exercício físico:

A endorfina é a substância responsável pelo bem-estar e através da prática de exercícios a substância pode ser liberada.

Portanto, exercite-se! Caminhe, corra, faça yoga, alongue-se. Você só não pode ficar parado.

Alimentação:

Você é aquilo que come, portanto, use e abuse de uma alimentação equilibrada, evitando gordura, álcool e abusando de frutas, legumes e verduras.

Perceba que a saúde intestinal tem relação direta com a saúde emocional.

Uso de medicamentos:

Só consuma algum tipo de medicamento em caso de prescrição médica. Em casos mais agudos de ansiedade, talvez seja necessária a intervenção medicamentosa e isso só é possível com prescrição médica e acompanhamento permanente de um profissional.

Psicoterapia:

Busque ajuda profissional se perceber que não consegue sair das crises sozinhas e isso tem se tornado recorrente. Perceba que o equilíbrio é a chave para uma vida de qualidade e, que mesmo em momentos de crise, não há problema algum em se sentir atordoado, apenas não deixe que esse problema se acumule e dificulte ainda mais o tratamento futuro.

Terapia alternativa:

Caso não queiras buscar um profissional da psiquiatria ou psicologia, recorra às medidas alternativas, como é o caso aromaterapia, cromoterapia, assessoria espiritual. O que importante não é o tipo de terapia, mas aquela que seja útil para combater este mal-estar.

A palavra de ordem é CUIDE-SE, pois a vida é muito boa para ser vivida com ansiedade.

Veja Também: Pandemia Como Cuidar Do Corpo


podutividade-no-dia-a-dia

Baixe Nosso E-book Com Dicas De Produtividade No Dia-A-Dia!


Confirme o recebimento do e-book e ótima leitura!


 

Wildcard SSL Certificates