empreender
empreender

A estratégia inteligente de empreender.

Ouça este artigo |  
Listen to this article

Como empreender e ter resultados acima da média?

E pensando bem como começar algo que possa se transformar em um case de sucesso? Mas sendo referência no mercado.

E o tema “Empreender com inteligência” é diretamente reflexivo e essas perguntas não são respondidas com facilidade e sim com simplicidade.

A história de um empreendedor.

empreender

E não é diferente principalmente quando estamos começando a empreender, somos comparados a um pescador. Só que tudo ocorreu em outubro de 2013 quando comecei um intercâmbio rápido na cidade de Dublin na Irlanda.

Mas antes de chegar a Dublin, tudo não passava de um sonho em que onde desejando realizar uma viagem internacional! E com o objetivo de me desligar de uma rotina intensa de trabalhos atuando na área de Tecnologia.

Só que por mais de 17 anos a minha rotina era a prestação de serviços para algumas empresas, que tradicionalmente me obrigava a tirar férias sempre no final do ano entre o Natal e Ano Novo. Mas eram poucos dias, sempre muito curtas e nunca ultrapassavam 10 dias.

E apesar disso, o momento era propício para refletir sobre os resultados e planejar o próximo ano. Porque sempre observei meus resultados o que na modéstia considero um hábito positivo e no contexto desta história perceberá que fez toda a diferença.

Mas abrindo a mente para se planejar buscando novos resultados, com novas experiências agregando crescimento pessoal e com isso novas oportunidades de negócios apareciam. Porque era sempre assim que acontecia e incrivelmente em Dublin não foi diferente.

Só que estar em outro país, conhecendo a cultura do velho continente. Mas mudando totalmente a rotina, começando a refletir profundamente sobre os resultados que tive durante toda a minha vida até aquele momento.

E então muitas idéias novas e empreendedoras surgiam a todo momento. Porque passei a perceber a importância de se permitir momentos reflexivos.

O que chamamos de momento ÓCIO, e na ocasião, me permitindo abrir a mente para uma nova oportunidade de se reinventar.

Abrindo o jogo sobre Empreender com Inteligência!

Mas agora, após concluir o período de intercâmbio com uma infinidades de novas descobertas culturais. E logo quando você retorna para sua realidade, seu país e o dia-a-dia.

Só que não será difícil notar que já na primeira semana de trabalho você fica frustrado. E começa então a lembrar do que ocorreu nas férias e que não será tão simples ter novas experiências como aqueles.

E então começamos a questionar: Mas cadê aquelas idéias que surgiram durante todo período de férias? Porque simplesmente sumiram ou ficam ocultas em seu subconsciente. E totalmente esmagadas pelo retorno da sua rotina. Mas isso já na primeira semana de trabalho.

E a reflexão até aqui nos deixa claro que é muito importante ter a mente aberta para novas oportunidades. Porque sendo assim permitirá agarra-las e colocará em prática imediatamente.

Mas é fundamental ter consciência disso, porque no momento em que são identificadas, exigirá algumas mudanças em sua rotina. Porque muitas vezes você nem consegue dormir direito. E esta novidade fica o tempo todo na sua cabeça. Não é mesmo?

E o que deve ser feito então, primeiramente é aproveitar o momento e a inspiração para colocar definitivamente na sua rotina e viver aquele momento com intensidade.

Porque agora é o momento de por em prática algo que só existe na sua cabeça. E surge naturalmente a pergunta de como por em prática? Mas uma resposta coerente neste momento será:

“Fazendo um pouquinho todos os dias”. E um dia conseguirá algo muito maior!

Esta é a consciência primária para construir qualquer coisa. Pequena ou muito Grande. O que de fato precisa fazer é começar pequeno e crescer rápido com intensidade. E muitos dirão que você teve sorte, porque foi tão sutil que ninguém percebeu sua evolução.

Empreender com inteligência tem vários aspectos relacionados com o que comentamos até agora. E outros pontos um pouco mais ligados a Ação. Agora o termo empregado “inteligência” que acompanha esta frase é a cereja do bolo que faz toda a diferença.

A cereja do bolo.

Porque pode ser interpretada de algumas maneiras “A lei do menor esforço” prega “o hábito de observar” como fator relevante as tomadas de decisões que levam a resultados surpreendentes com o menor esforço aplicado.

E neste momento não vamos aprofundar em todas as interpretações desta lei. Mas somente na importância do “o hábito de observar” considerada como fundamental na inteligência de empreender. E isso se aplica a qualquer seguimento. Só que vamos para alguns exemplos:

Porque quando está começando a empreender em algo, tudo é novidade, e devemos ter muito cuidado para não perder o foco da ideia inicial. E por isso devemos começar pequeno de forma enxuta e depois cresça rápido.

E na verdade todo começo é difícil e o quanto antes ficar claro, fluirá muito mais. Porque na medida em que você e o seu empreendimento evolui sua velocidade intensifica. Só que a sua empolgação e tudo em volta também.

Mas agora está descobrindo muitas coisas novas e isso é um combustível para intensificar cada vez mais o seu ritmo. Porque enquanto evolui seu negócio e sua experiência nele, vai amadurecendo e a ideia com a prática.

“Construir o avião em pleno voo, já com passageiros e tudo mais.”

E você já teve esta sensação? Só que por isso é importantíssimo simplificar ao máximo para que flua e evolua constantemente o seu empreendimento.

Porque voltando a inteligência de observar que a cereja do bolo e podemos comparar os mercados de atuação. E estar sempre conectado ao mercado, as novidades para ter “time” do seu negócio ou seja, onde estou pisando.

Porque no Brasil temos muitos segmentos. E é um verdadeiro mar de oportunidades, principalmente nesta crise que como dizem os analistas de mercado é o momento das grandes sacadas para empreender gerando oportunidades.

Sua ideia é inovadora? Então deve ser do segmento a prova de  crises?

E com dados fornecidos por empresas como o SEBRAE por exemplo, conseguimos observar os setores que mais crescem e as principais tendências que direcionam nossa economia. E nos dias atuais, é indiscutível ter praticidade, flexibilidade e a liberdade para atuar.

Mas tendência mais procurada pela maioria dos empreendedores atualmente. E isto porque ninguém quer cair na armadilha de estar preso pelo próprio negócio. Porque ser vítima ou do segmento e se sentir escravo do próprio negócio nunca foi o desejo.

Por que no mundo moderno e digital, trazem facilidades e novas experiências a todos. E desta forma as pessoas não querem mais depender do modelo de trabalho fixo e tradicional.

Mas o mercado tradicional e a cultura Brasileira, sempre moldou a todos para buscar uma escola, depois uma faculdade para conseguir um emprego e após isso ter recursos para pagar suas contas e manter sua família.

E com tudo dando certo no final de muitos anos trabalhando terá direito a uma aposentadoria para só assim poder curtir sua vida. Só que isto é comum para você? Muito cuidado!

“Sabemos que hoje, este modelo não é uma decisão segura e garantida.”

E sair da faculdade hoje em dia não é garantia de empregabilidade como a muitos anos atrás. Porque isto já estava mudando na época dos nossos pais. Só que já era visível que todos os anos as coisas conseguiam piorar neste modelo.

E era o sinal claro do fim, daquele ciclo do mercado tradicional. Porque a demora para que todos tivessem a maturidade e a consciência de perceber a tendência dessas mudanças.

Só que culturalmente não fomos instruídos desde cedo a empreender. E não existe incentivos para isto. E na verdade nunca existiu. Porque para ajudar sabemos estatisticamente das dificuldades que as empresas tem para conseguir sobreviver em nosso país.

Mas então além de tudo, ainda temos que remar contra a maré para não virar estatísticas das empresas que fecham antes de completarem 2 anos de vida.

Porque todos estas informações passadas de forma ampla sem entrar em detalhes, já servem para complementar ainda mais a importância do “hábito de observar”. E relembrando caro leitor, que este hábito nos mantém conectados com as tendências de mercado no segmento que atuamos.

Mas com tanta dificuldade e tendo ainda o governo como maior sócio das empresas, uma vez que são sugadas por diversos fatores.

Porque está claro que o cenário pouco animador para começar a empreender. E por isto muitas vezes os sonhos de empreender são roubados e muitos desistem.

Só que muitos preferem manter-se no atual emprego, isso se tiver um. E  que acabam por se conformar com a situação, participando do club de pessoas que só reclamam da política, do governo e em geral da crise.

“Os inconformados e incomodados. São os que de fato, podem fazer que as coisas mudarem para melhor!”

E eles conseguem trabalhar no tradicional, mas por não estar satisfeito com o salário e situação atual, buscam alternativas para empreender fazendo algo em paralelo que complementa a sua renda.

Um bom exemplo que já é uma nova tendência para os que gostam de dirigir é o “Uber”, considerado uma verdadeira febre mundial, que quebrou paradigmas e revolucionou o segmento.

Só que levando muitas empresas a se reinventar para acompanhar a forma livre de trabalho oferecida com uma ferramenta poderosa que possibilita muitos habilitados ter uma forma de trabalho onde o profissional é totalmente responsável por sua rotina diária de trabalho. E hoje muitos encontraram no “Uber” a atividade principal de renda.

Mas falaremos um pouco mais sobre tendência, praticidade e flexibilidade.

O Uber não só veio para ficar como gerou um verdadeiro choque cultural.

E hoje facilmente encontramos pessoas principalmente nas grandes metrópoles trabalhando 100% neste sistema que remunera bem até superior a média salarial de muitos Brasileiros.

Porque existem Uber(s) como são conhecidos que trabalham a primeira semana para pagar a parcela do carro, a segunda semana para pagar as despesas com (combustível, manutenção do veículo entre outros..) e a terceira e quarta semana é o lucro.

Mas jovens, universitários, desempregados, aposentados no geral homens e mulheres em vários estados brasileiros já contam com o Uber como uma forma de renda extra ou principal.

Porque funciona tão bem?

Porque o modelo estar aderente ao desejo e tendência atual onde há praticidade, flexibilidade que proporcionam a liberdade que possibilita com a ajuda da tecnologia ser inclusivo pois qualquer um habilitado e dentro do perfil básico consegue participar.

E fazer o seu próprio horário e obter lucro sem depender de estar moldado aos modelos tradicionais com emprego e carteira assinada e horários engessados com exigências exageradas de experiência.

Mas este exemplo já cai bem neste momento para interpretar melhor os aspectos que ajudam na observação das tendências. E além de refletir um pouco sobre a nossa cultura totalmente limitada ao empreendedorismo.

Além do Uber temos outros cases que inclusive também se destacou como fundamental durante a pandemia que é o segmento de entregas e nele se destacou (Uber Eats, Ifood, Rappi), todas idéias inovadoras geradas antes de tudo mas por seguir a tendência observada de liberdade, flexibilidade teve o destaque com crescimento avassalador nos últimos anos.

E Concluindo, qual o insight está tendo neste momento? Deixe nos comentários, o que está observando como tendência e que os empreendedores precisam agir com com inteligência para surfar esta onda.

Participe Assinatura Grátis! Cadastre o seu e-mail e receba dicas selecionadas para construção contínua do seu sucesso! 

Este conteúdo te ajudou? Cadastre o seu e-mail e confirme no FeedBurn do google.

 


Receba “Grátis” os links para download dos E-books exclusivos!
Não esqueça de deixar seu comentário no formulário abaixo. Curta e compartilhe!


podutividade-no-dia-a-dia

Baixe Nosso E-book Com Dicas De Produtividade No Dia-A-Dia!


Confirme o recebimento do e-book e ótima leitura!


 

Viva seu Máximo


 

Adicionar comentário

Mais Recentes

Redes sociais

Não seja tímido, entre em contato. Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.

Wildcard SSL Certificates