fundos-de-investimentos

Fundos de Investimentos para Iniciantes

Saiba como funciona!

De acordo com a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). No mês de setembro de 2016 o total de R$ 3,3 trilhões estavam aplicados em fundos de investimentos. Tecnicamente, trata-se de um dado que surpreende. Pelas amplas quantias investidas e que neste caso, pode demonstrar a popularidade que esse tipo de investimento acaba obtendo com os brasileiros. Neste caso, seria um bom sinal.

Trabalhar com os fundos de investimentos é algo que pode assustar as pessoas em um primeiro momento. No entanto, este tipo de investimento tem registrado uma elevação nos últimos anos. E não apenas por oferecer o retorno interessante, mas principalmente pela maneira como o mesmo funciona. Onde o banco (ou a consultoria) contratado tem a responsabilidade de buscar por aplicações que se tornam melhores para cada pessoa.

Para saber como funcionam os fundos de investimentos para iniciantes confira o texto.

Fazer investimentos nos dias atuais seria uma maneira segura de “salvar” o seu dinheiro e fazê-lo render valores mais satisfatórios para o seu bolso. No entanto, poucas pessoas realmente entendem sobre este tipo de assunto. E a partir disso, os investimentos ruins acabam se tornando uma realidade constante. Justamente por isso, se torna crucial que as pessoas identifiquem e estudem os investimentos que estão disponíveis no mercado.

Por exemplo, os fundos de investimentos seriam uma modalidade de investimento que está fazendo sucesso no mercado. Por conta da forma como o mesmo “trabalha”! Sendo tecnicamente mais seguro e com chances reais de ter a rentabilidade. Essa modalidade seria caracterizada como o mecanismo capaz de reunir o dinheiro de inúmeras pessoas. E a partir disso pode-se ter um “gestor”, que cuida dos valores que ali foram investidos.

Segundos os especialistas, esses fundos de investimentos poderiam ser descritos como uma espécie de “condomínio” de investidores (ou cotistas). E que possui uma instituição financeira gerenciando os valores que são colocados sobre o mesmo. Essa instituição de certo modo tem como objetivo principal buscar a maior rentabilidade aos recursos que são aplicados. Cobrando então, uma taxa de administração para executar seus serviços.

Fundos de investimentos ou Condomínio?

Se torna muito comum os profissionais compararem os fundos de investimentos com a ideia de condomínio. Isso porque ambas modalidades funcionam de forma semelhante. E ajudam os iniciantes entenderem toda estrutura deste processo de investimento. Veja bem, em um condomínio residencial existem vários donos de cota (apartamento) e eles pagam taxas para alguém (síndico ou administrador) para coordenar as tarefas do local.

O síndico ou administrador acaba cuidando de tarefas do condomínio. Como o jardineiro, limpeza, porteiro, manutenção de elevadores e outros que facilitam o dia a dia de todos os cotistas. Mas além disso, é necessário dizer que este condomínio provavelmente tem regras que precisam ser seguidas. Para assim evitar punições e são aplicadas igualmente entre todos os cotistas, para que tenha maior organização e harmonia dentro do condomínio.

Condomínio?

Neste sentido, a forma como um condomínio funciona segue a mesma linha perante os fundos de investimentos. Onde tem os investidores que precisam seguir regulamentos, arcar com taxas e inclusive ter um gestor que será responsável por gerar rentabilidade e controlar o risco da carteira. Assim, a escolha do gestor se torna uma tarefa muito mais que importante! Pois o mesmo pode ajudá-lo a aumentar ao extremo sua rentabilidade.

Enfim, mas como um iniciante pode investir nos Fundos de Investimentos?

O primeiro passo para começar a investir em fundos de investimentos seria ao buscar o modelo de investimento (na categoria fundo) que mais atenda os objetivos do iniciante. Se torna necessário pesquisar, observar e principalmente. Entender como funcionam os procedimentos determinados pela instituição financeira para fazer as aplicações. E para que assim consiga fazer a sua aplicação de forma tranquila sem descumprir com regras.

Taxas cobradas!

Contudo, é preciso ter muito cuidado com as aplicações e no caso com a escolha de seu fundo de investimento.Tendo noção sobre os custos aplicados no mesmo. Observe qual o gasto básico para que participe de um fundo específico. Analisando as taxas cobradas, que geralmente variam entre taxas de administração e de performance (essa é cobrada quando as rentabilidades de fundos superam um indicador de referência – Benchmarks).

O iniciante também deve considerar os tipos de fundos de investimentos que tem uma preferência maior para se “trabalhar”. Pois existem diferentes tipos – como o renda fixa, ações, cambiais, multimercado, imobiliário, previdência e outros. Que podem ser muito mais interessante para se trabalhar, bastando pesquisar com atenção os regulamentos a partir de cada fundo, as taxas cobradas ou níveis de rentabilidade que costumam gerar.

Conheça os principais tipos de Fundos de Investimentos

Existem diferentes tipos de fundos de investimentos que se diferenciam conforme seus processos ou formas de remuneração. Tecnicamente, cada um possui um detalhe ou no caso, característica específica e por isso se torna necessário entender como funcionam. A começar pelo fundo de renda fixa, que seriam os fundos que investem em ativos que têm a renda fixa – onde a pessoa recebe um valor específico em um prazo determinado.

Além disso, a renda fixa exige a aplicação de ao menos 80% dos recursos em títulos de renda fixa que são prefixados ou pós-fixados. Já no caso das ações, seriam fundo onde a aplicação de cursos é realizada em ações de empresas negociadas na Bolsa de Valores. O fundo de cambiais funcionam com uma aplicação de pelo menos 80% dos seus ativos investidos a partir de uma variação de preços de moedas estrangeiras ou taxas de juros.

Fundos multimercados!

Enquanto isso, os multimercados seriam os fundos que envolvem diversos ativos. Como o câmbio, ações, renda fixa e outros, envolvendo muitos fatores de risco. Além disso, se torna possível encontrar o imobiliário que seria o fundo destinado para investimentos a partir de empreendimentos imobiliários. Trata-se de um fundo muito comum e que tem remuneração pré-definida com aluguel ou ganho de capital com operações do mercado.

  • Procure por um fundo que seja de seu agrado! Além de gestores confiáveis para a rentabilidade ser algo interessante ao seu bolso. Tornando assim todo o processo de trabalhar com os fundos de investimentos para iniciantes bem mais simples.
Cadastre seu E-mail e Viva Seu Máximo todos os dias!

Receba “Grátis” os links para download dos E-books exclusivos!

Comentários do Facebook

Viva seu Máximo

Adicionar comentário

Últimos posts

Publicidade

Cadastre seu email

RSS Leia, compartilhe com seus amigos. Duplique! Viva Seu Máximo Sempre!
Baixe GRÁTIS o E-book!
Digite seu e-mail abaixo e receba imediatamente!
Não compartilhamos seus dados com terceiros.
Obrigado pelo seu interesse em nosso E-book.
Acesse agora mesmo seu e-mail e confirme seu cadastro.
Minutos depois após a confirmação, você receberá outro e-mail com o Link para download do E-book. #vivaseumaximo o momento é agora!
Baixe GRÁTIS o E-book!
Digite seu e-mail abaixo e receba imediatamente!
Não compartilhamos seus dados com terceiros.
Obrigado pelo seu interesse em nosso E-book.
Acesse agora mesmo seu e-mail e confirme seu cadastro.
Minutos depois após a confirmação, você receberá outro e-mail com o Link para download do E-book. #vivaseumaximo o momento é agora!