ajudar-o-proximo

Ajudar o próximo, aprenda a colaborar em qualquer ambiente

Pode ser ainda melhor para nós mesmos.

Ajudar o próximo. Ah como falta gentileza por parte das pessoas! Será que o individualismo do mundo competitivo fez com que esqueçamos que existem ações simples e corriqueiras. E que podem fazer toda a diferença na vida dos outros, e principalmente na nossa?

O dia-a-dia é corrido para todos. Mas isso não significa que não podemos parar e olhar á nossa volta, com a intenção de ver se podemos fazer de bom para alguém.

Colaborar com as outras pessoas faz com que a nossa vida tenha mais sentido enquanto seres humanos.

Ajude o próximo com as tarefas da casa.

Se você é filho, marido ou mulher não importa! Deixe os rótulos de lado e assuma algumas responsabilidades em casa. Procure manter as suas coisas arrumadas. Lave a louça para ajudar quem mora com você, deixe a casa arrumada. Quem convive com você poderá dispor de mais tempo para fazer as coisas que gosta, e não viver preso nas tarefas domésticas por que você acha que não precisa ajudar.

Dividir as tarefas é algo muito útil para que uma única pessoa não fique sobrecarregada. Quando todos colaboram e fazem a sua parte, a vida se torna mais leve.

Assim como a convivência com as outras pessoas também se torna melhor.

colchao-para-banho-bebecolchao-para-banho-bebe

 Seja colaborativo no trabalho.

A competitividade do trabalho não deve impedir que você tenha gestos de gentileza com as pessoas com as quais trabalha. Ou que ajude a sua equipe quando todos estiverem sobrecarregados.

São os pequenos gestos que tornam uma pessoa admirável. Quando perceber que um colega de trabalho sequer comeu por estar atarefado demais, demonstre interesse. Pergunte se ele precisa de ajuda para terminar o que está fazendo. Ou então leve um café para que ele possa repor as energias.

Você não estará fazendo trabalho extra, e sim apenas colaborando para melhorar o dia de alguém que assim como você enfrenta os mesmos desafios diários.

Não é necessário que as pessoas tenham que pedir para que você as ajude. Mostre que é atencioso e colaborativo por que quer e não por que se sente obrigado.

Seja educado sempre que possível.

Sabe aquela frase: “a educação mandou lembrança”? Pois é, parece que as pessoas se tornaram maquininhas que só pensam em si mesmas. E como desculpa para a falta de colaboratividade com os outros, o trabalho está sempre em primeiro lugar.

Isso é desculpa fiada! Você sempre pode ser gentil abrindo a porta para alguém que está atrás de você, seda o seu lugar no ônibus, no metrô. Ou em qualquer lugar para os mais velhos, gestantes, lactantes, e deficientes físicos. Tenha em mente que esses pequenos atos tornam a vida melhor.

Esteja atento ao mundo que gira ao seu redor, existem milhões de pessoas nele, procure colaborar com quem está por perto de você. Seja com algo simples, ou algo grande, faça o que for possível para ajudar quem quer que seja. O importante é que as suas ações podem fazer uma grande diferença para os outros.

Seja uma pessoa engajada.

Colaborar com outros não significa apenas contribuir com atitudes simples no cotidiano, você pode colaborar com causas maiores que contribuirão para ajudar pessoas que lutam pelos seus direitos.

Contribua com os movimentos que você acredita que merecem força, seja com a sua voz, com a sua participação em eventos, ou então simplesmente apoiando a causa, você já estará ajudando a fazer com o movimento cresça e seja notado.

Nunca esqueça que antes de tudo você é um cidadão, e como cidadãos todos sabem que temos muitos dos nossos direitos negados, por isso o engajamento em causas sociais é um modo de colaborar para o resgate dos direitos que nos são negados.

Empatia e solidariedade.

A sociedade atual que preza a individualidade e o consumismo estimula as pessoas mesmo que de forma inconsciente a serem menos empáticas e solidárias.

Quando escutamos em algum lugar que existem pessoas que vivem na rua, ou estão passando fome. O nosso pensamento extremamente manipulado pelos meios de comunicação e pela sociedade capitalista nos faz pensar de imediato: Ah que se dane, só não trabalha quem não quer! Eu nunca ganhei nada de graça!

Essa frase é repetida por muitas pessoas. Que aprenderam a trabalhar e seguir os padrões de consumo que a sociedade exige, realizando suas conquistas de forma independente. Mas que esqueceram que um mundo sem solidariedade é um mundo que só tende a piorar.

A falta de empatia das pessoas é espantosa, principalmente em locais de trabalho, se uma pessoa está doente, ou se está com problemas financeiros, ou qualquer outro problema. Todos se afastam ao invés de colaborarem para que essa pessoa possa se recuperar plenamente.

Esse mundo que prega a individualidade a qualquer custo tem um preço alto, só sentimos a falta que a educação e a colaboratividade fazem quando nós mesmos ficamos esperando por um ato de gentileza que nunca acontece.

Continue crescendo e buscando conhecimento sempre!

organizar-vida-pep

Cadastre seu E-mail e Viva Seu Máximo todos os dias!

Receba “Grátis” os links para download dos E-books exclusivos!

<<  15 dicas para seu crescimento pessoal e profissional

Comentários do Facebook

Viva seu Máximo

Adicionar comentário

Últimos posts

Publicidade

Cadastre seu email

RSS Leia, compartilhe com seus amigos. Duplique! Viva Seu Máximo Sempre!
Baixe GRÁTIS o E-book!
Digite seu e-mail abaixo e receba imediatamente!
Não compartilhamos seus dados com terceiros.
Obrigado pelo seu interesse em nosso E-book.
Acesse agora mesmo seu e-mail e confirme seu cadastro.
Minutos depois após a confirmação, você receberá outro e-mail com o Link para download do E-book. #vivaseumaximo o momento é agora!
Baixe GRÁTIS o E-book!
Digite seu e-mail abaixo e receba imediatamente!
Não compartilhamos seus dados com terceiros.
Obrigado pelo seu interesse em nosso E-book.
Acesse agora mesmo seu e-mail e confirme seu cadastro.
Minutos depois após a confirmação, você receberá outro e-mail com o Link para download do E-book. #vivaseumaximo o momento é agora!